*Relembrando ...*

Era tarde, o sol punha-se sob a encosta...e ela ali...
Observava aquela terra arada ,suada a cada toque da enxada,outrora vestidas por folhas verdes ,queimadas agora pelas geadas de janeiro...
Olhar profundo,sentido,emanando saudades de tempos distantes,onde reinava a alegria... a vida ...agora por tempos ceifadas,aqueles que agora ausentes aos seus olhos estão, mas que sempre estarão presentes no seu coração...

(*)
E.R 24/01/2008

19 Comentários:

rosa dourada/ondina azul disse...

Campos que antes, reflectiam Vida,
agora o Inverno gelado!!!

Como te entendo...


Beijinho:)))

Amaral disse...

Belo o teu quadro!
Para se abraçar e sentir... e rebolar na relva quente dessa terra que, a tempos, nos dá conforto e também o pão...
Um presente o teu momento!

© efeneto disse...

E mais um poeta por mim passou
E sussurrou-me ao ouvido
O que se passa aqui…

"São os cabelos negros,
selvagens,
que não se deixam desenhar,
são os olhos que se escondem
e sussurram tatuagens,
beijos quentes,
sonhados...
São as palavras não ditas,
são os mundos que tu sentes,
os papeis amarrotados…

É a brisa que te leva,
é o vento que me traz…Aqui
para te ler e apreciar,
a musica ouvir e no ouvido levar.

Vou sair conforme entrei
E sussurrar ao poeta, que aqui pode entrar...

Voltarei aos poucos a visitar os amigos que souberam esperar…

o das caldas disse...

Foi bom relembrar.
2 beijinhos

flashes... disse...

Por vezes em pequenas paragens trazemos á tona grandes memórias queco tempo não apaga,mesmo fustigado pelas sequelas da vida.
Bjs Zita

flashes... disse...

Por vezes em pequenas paragens trazemos á tona grandes memórias queco tempo não apaga,mesmo fustigado pelas sequelas da vida.
Bjs Zita

Dias disse...

Maldito Dom Sebastião que de bom so nos trouce a saudade...

Lindissima vista, contigo incluida amiga, claro :)

Abraço muito forte, de quem te gosta distante, te gosta longe, te gosta.

E, desafiei-te...

Justine disse...

Melancólico, o teu texto... mas a terra contém sempre dentro dela, escondidas, as sementes de vida!

Brancamar disse...

Este teu texto tão sentido, que me parece fruto de ausências recentes, tem uma imagem bela de horizontes de luz e côr, que embora ainda difusos te hão-de trazer belas emoções.
Lá no fundo de nós há sempre um baú de recordações, que carregamos vida fora, às vezes pesadas, outras tão leves que nos ajudam a voar pelo infinito dos sonhos, porque aqueles que nos amaram sentimo-los sempre ali ao nosso lado, nos momentos cruciais da existência.
Um abraço e beijinhos.
Com muita amizade
Branca

Flash disse...

E num olhar se recorda, num olhar se vive se sente e se ama.
Num momento os olhos fixam e o coração voa na busca de calores passados na beira de uma lareira ou no vento quente de um Agosto longínquo.
Num momento temos o Verão dentro do peito. Cheio, inchado, orgulhoso por aqueles que ausentes ou presentes nos enchem o coração.
A vida é feita de olhares...

Beijo Amiga

Adorei o post...

Pekenina disse...

Sentimentos assim... nostalgia...

Beijo,
Pekenina

GarçaReal disse...

No caminho da vida há sempre várias paragens que nos servem para relembrar momentos que marcaram, ou simplesmente momentos que passaram ....

Bom final de domingo

bjgrande do Lago

Goddess Night disse...

Belo Miradouro, belas miragens, que nos fazem reflectir sobre o que é pleno e importante. A foto está com umas cores magníficas, aquelas que a Natureza nos oferece.
Beijos em ti muita grandes.

Benó disse...

E o cheiro da terra molhada e o tilintar dos chocalhos e os risos das moçoilas de volta do trabalho....
Relembrando.....

É bom!

Um abraço.

Antonio saramago disse...

Mas deixa minha linda!!!
já está na altura de os Campos voltarem a ser a BELEZA dos nossos olhos!

poetaeusou . . . disse...

*
há terra
de costas voltadas,
ferindo a natureza . . .
,
naturais conchinhas
,
*

Lethes disse...

Palavras Belas que se sentem...
Imagem Magnífica!...

Sempre bons Momentos aqui!...

Beijinhos... :)

ecos de palavras disse...

Querida Momentos,

A minha intuiçãonão me enganava...
com o facto que algo se passava. Acabei de ler um comentário teu onde percebi que tens estado doente.

Com o mesmo apoio e carinho com que me apoiaste durante a minha doença... aqui estou eu a dar-te a minha mão e agradecer pela Grande Amiga que és.

Beijinhos do coração.

Maria Valadas

superior disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.