*Divagando...*

E no cansaço acordado ,
Vagueio pela noite sem sono...
...Uma gota que rola no rosto
Lembrando o dia da saudade...
...Saudade de um sorrir ...
...Lembrança de um amor ...
Que ...um dia ousou partir ,
Não querendo saber da minha dor...
Vagueiam meus pensamentos ,
pela madrugada refrescante.
...Vinte anos na saudade...
Pousam hoje ,
na Estrela mais Brilhante ,
cintilando tal qual diamante...
Sorrio então enternecida,
pois o dia está a raiar...
...Guardo a saudade no coração...
Vai-se a gota agora descansar ,
para logo mais acordar ,
e,
na madrugada ,ao meu ser voltar...

(*)
*Dezanove de Maio de Dois Mil e Oito*

19 Comentários:

Sophiamar disse...

Agradeço a tua passagem lá por casa. Foi por um momento mas a porta continua sempre aberta. Os momentos que queiras.
Um belo poema. A saudade...tão portuguesa.

Beijo

Dias disse...

Mas faz TAMBÉM parte do teu ser essa saudades Mi, e que bela se encontra tão bem preservada nas dacadas.

Beijo grande

Marrie disse...

Lindo "poemar", como dirias tu! No entanto, o sentimento expresso é tão triste.
..............
E qdo na madrugada não conseguir dormir, visita os meus segredos que te farão sorrir!

Assim espero.
bjs querida Momento

Shelyak disse...

beijinho minha querida... e por aqui vamos continuando cheios de força e procurando novos caimnhos...desistir nunca!
:)))

Eärwen Tulcakelumë disse...

Tuas palavras sempre são assim, belas, com sentimento e luz.

Pérolas incandescentes de carinhos amigo.

Eärwen

foryou disse...

Para dizer a verdade, não sei se gostei mais das palavras se do som... talvez da conjugação de ambos :)

Farinho disse...

Depois de uma tempestade vem sempre a bonança, e as recordações ficam sempre, guardadas em nós.

beijocas

Espaço do João disse...

Vou já de imediato pegar os miminhos. Estou naquela idade que qualquer miminho é sempre bem recebido. Nem que seja um rebuçado.Beijos João

Justine disse...

Poema magoado e triste, de saudade antiga.Dor já doce? Ou ainda acre?

R.G. disse...

Divagando...
Revelando...
Escrevendo...
Lendo...
Sentires Guardados...

Beijo Perdido

Luis F disse...

Um sentido poema de grande beleza...

Adoro ler as tuas palavras, transmitem uma beleza impar, mesmo em momentos como este.

Parabéns
Com amizade
Luis

Å®t Øf £övë disse...

As madrugadas muitas vezes são boas conselheiras... e então o alvorecer se for acompanhado por este som que tens no blogue, podem tornar-se momento de perfeito sonho.
Beijinhos.

efvilha disse...

Sei, não, minha querida.
Pudesse eu romper laços, romperia eu todos os laços de todas as saudades sentidas.
E tudo seria vivido até à intensidade finda a qual não restariam mais saudades.

Beijo de Paz, em ti.

amordemadrugada disse...

Olá! Vim deixar-te meu novo endereço
Espero tua visita ...
Um bjito no Momento...
http://inevittavellamar.blogspot.com

rosa dourada/ondina azul disse...

A saudade que fica duma lembrança que não se apaga,
e aparece na madrugada :)



Deixo um beijo cheio de amizade e com muito carinho por ti :)))

alexandrecastro disse...

desistir é próprio dos "fracos"....
beijinho

BlueVelvet disse...

E lá tu és de desistir!
Tu, uma força da natureza?
Nem pensar.
Beijinhos, amiga

Auréola Branca disse...

O que me faz próxima a ti são seus sentimentos. Adoro-os. Idolatro-os. Porque sei como são...

C Valente disse...

Sentimentos sentidos
Saudações amigas